quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Etapas para tomada de decisões

Tomada de Decisão 
Decisões programadas e não programadas: 
Tomar decisões pode ser entendido com um sinônimo para administrar. Para se tomar uma decisão deve se avaliar duas ou mais alternativas caso o contrário não haverá o que decidir e isso deve ser feito com racionalidade e consciência para que se escolha a opção que apresente o resultado desejado ou mais próximo dele. 
Como sabemos que o papel de todo gestor é tomar decisões que busquem as melhores alternativas para que a empresa continue a crescer, é que muitos administradores são voltados paras as práticas do processo decisório, pois desta forma, os objetivos traçados pela empresa são discutidos. 
É possível trabalhar o processo decisório em 5 etapas: 
1ª ETAPA: RECONHECIMENTO 
• Reconhecer um problema ou oportunidade; 
• Essa etapa é crucial, pois se não for bem feita todo trabalho de uma equipe será desperdiçado;
• É considerada a mais difícil das cinco. 

2ª ETAPA: ELABORAÇÃO 
• Elaboração de alternativas de ação; 
• É necessário elaborar alternativas, pois se elas não existem, não há decisão a ser tomada; 
• Para facilitar a segunda etapa, foi desenvolvido um instrumento gráfico, denominado “árvore de decisão”, que avalia as alternativas disponíveis (esse processo é normalmente usado quando há muitas alternativas a serem discutidas); 

3ª ETAPA: PLANEJAMENTO 
• Avaliação das vantagens e desvantagens das alternativas; 
• É importante destacar que se deve avaliar as vantagens e as desvantagens de cada alternativa; 
• Nessa etapa, é importante ter senso crítico ao avaliar as alternativas; 

4ª ETAPA: DECISÃO E IMPLEMENTAÇÃO 
• Selecionar a alternativa escolhida; 
• Após a alternativa ser escolhida deve-se anunciá-la com confiança e de forma decisiva, pois caso contrário poderá ser despertado um sentimento de insegurança nos outros. 
• Implementar a alternativa escolhida; 
• Um erro comum é implementar a alternativa escolhida na época errada. 

5ª ETAPA: CONTROLE 
• Avaliação dos resultados da decisão; 
• Nessa etapa é necessário humildade, pois se o resultados não são os esperados, muitas vezes sai mais barato admitir o erro que manter a decisão.

2 comentários: