quinta-feira, 17 de maio de 2012

Marketing Política

Resenha do Texto: O que é Marketing Político. De Rubens Figueiredo.
O marketing político designa-se no conjunto de técnicas e procedimentos que tem como objetivos adequar um candidato ao seu eleitorado, buscando a princípio torná-lo como um conhecido do maior número de eleitores, posteriormente mostrando o seu diferencial em relação aos seus adversários, principalmente do melhor posicionado.
Para uma boa campanha é necessário que a campanha política tenha forma e conteúdo. Para tanto, o candidato necessita eleger alguns temas que considera importante, a partir da pesquisa feita junto ao seu público alvo, trabalhar estas temáticas na memória do eleitor. 
O candidato deve buscar utilizar uma linguagem simples, ou seja, não utilizar linguagem de coisas que o eleitor não possa entender.
As promessas do candidato devem conter conteúdo consistente, deve saber lhe dá com a pressão de um debate e deve possibilitar aos seus cabos eleitorais, não os deixando sem argumentos das idéias do candidato.
Por isso, é necessário transparecer verdade o que o candidato diz tanto no que atinge a mídia, como no que atinge aos formadores de opinião pública e os cabos eleitorais, ou seja, precisa haver uma sincronia estratégica em torno do candidato.
O mesmo deve ter em mente que ele está ocupando um espaço privilegiado na casa do eleitor, ou seja, naquele momento está participando do convívio familiar, portanto deve usar um tom que condiz com o ambiente familiar, a televisão é ótimo veículo para tal, já que trabalha a emoção do ser humano.
Cabe destacar que o candidato se expõe de forma contínua em público durante a campanha eleitoral. Por isso ele precisa saber exatamente qual o papel da mídia naquele momento. Quais os fatores propícios que favorecem e quais fatores contrários que desfavorecem a sua candidatura. É preciso um casamento harmônico com a mídia, pois ela pode criar ou destruir um candidato.

Marketing político significa bom senso, é preciso saber interpretar as situações apresentadas pelo ambiente e refletir sobre as variáveis existentes na tentativa de controlá-las ao máximo.
Para se minimizar a possibilidade de erro durante a campanha eleitoral é importante criar uma assessoria de campanha com profissionais habilidosos e competentes, pois numa campanha, nos dias de hoje, é necessário gastar menos em publicidade e mais em profissionais da imprensa e em pesquisa.
É preciso, na medida do possível, envolver a mídia com a campanha fazendo com que ela participe do sucesso do candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário